×

Manaus

Prefeitura de Manaus gastou, em 2019, mais de R$ 130 milhões com sua máquina de propaganda

É o maior valor de todos os tempos em gastos com propaganda na história do Amazonas, superando até mesmo os gastos do governo do Estado, que chegaram a R$ 70 milhões, em 2019.


A administração do prefeito tucano de Manaus, Arthur Neto (PSDB) gastou R$ 130,9 milhões, ou cerca de US$ 31,6 milhões, com sua máquina de publicidade e propaganda, em 2019, de acordo com os dados do Portal da Transparência da Prefeitura de Manaus. É o maior valor de todos os tempos em gastos com propaganda na história do Amazonas, superando até mesmo os gastos do governo do Estado, que chegaram a R$ 70 milhões, em 2019.

Captura de Tela 2020 01 13 às 10.24.48 1 - Prefeitura de Manaus gastou, em 2019, mais de R$ 130  milhões com sua máquina de propaganda - o missivista

Captura de Tela 2020 01 13 às 10.25.36 1 - Prefeitura de Manaus gastou, em 2019, mais de R$ 130  milhões com sua máquina de propaganda - o missivistaCom os R$ 130,9 milhões que gastou em 2019, a gestão de Arthur Neto ultrapassa os R$ 573 milhões em gastos na Secretaria Municipal de Comunicação (Semcom), em sete anos. O tucano assumiu o cargo em 2013 e foi reeleito em 2016. De acordo com os números do Portal da Transparência, a Semcom gastou R$ 43.809.398,19 em 2013, R$ 74.395.295,29 em 2014, R$ 84.283.410,21 em 2015, R$ 58.514.670,52 em 2016, R$ 88.035.148,41 em 2017, R$ 95.289.038,33 em 2018 e R$ 74.553.436,49 em 2019, até o início de setembro.

É com esses recursos que a Prefeitura paga as agências de publicidade, sites, blogs, rádios, televisões e outros veículos de comunicação para publicar sua propaganda e publicidade.

Este ano, no começo de julho, no mesmo dia em que o prefeito anunciava medidas de “economia” na máquina burocrática da Prefeitura de Manaus, inclusive nos gastos com propaganda, a Semcom publicou aditivos de mais de R$ 18,22 milhões nos três contratos de R$ 20,25 milhões, cada um, que mantém desde 2015 com as empresas Mene e Portella Publicidade Ltda., Antônio Fernandes Barros lima Junior – EPP e Tape Publicidade Ltda, agora com validade por mais um ano. As empresas estão entra as que mais recebem recursos do município, de acordo com relatório do Tribunal de Contas do Estado (TCE) sobre as contas municipais de 2017.

Os aditivos aos contratos foram publicado no Diário Oficial do Município (DOM) do dia 1 de julho, segunda-feira. O Quarto Termo Aditivo ao Contrato nº 001/2015 de Prestação de Serviços de Publicidade dos tipos Institucional e Utilidade Pública, celebrado em 28.06.2019, com a Mene e Portella, prorrogação do prazo de vigência por 12: o valor está “inicialmente” estimado em R$ 6.075.000,00, correspondente a 30% do montante de R$ 20.250.000,00 assegurados. O Quarto Termo Aditivo ao Contrato nº 002/2015, com a Antônio Fernandes Barros Lima Junior, e o o Terceiro Termo Aditivo ao Contrato nº 003/2015 , com a Tape Publicidade também têm prazo de 12 meses, com valor, cada um, “inicialmente” estimado em R$ 6.075.000,00, correspondente a 30% do montante de R$ 20.250.000,00 assegurados.

O Decreto 4.458, de 1 de julho de 2019, publicado no mesmo DOM do dia 1 de julho, dispõe sobre o Programa `Responsabilidade com Manaus` tem, entre as suas principais medidas, a redução de 10% nos serviços de publicidade. E determina à Secretaria Municipal de Finanças e Tecnologia da Informação (Semef) que reduza em 10% as cotas orçamentárias de contratos de serviços de valores estimados, mantidos por todos os órgãos, entidades e fundos do Poder Executivo.

Os gastos milionários não tiveram bons resultados para a imagem do prefeito. Pesquisa do Instituto Pontual, realizada em fevereiro de 2019, com 905 pessoas, mostra que a administração dele foi reprovada por 53,6% dos entrevistados, e só 10,3% responderam que gestão está boa. Em uma escala de 0 a 10, Arthur Neto obteve uma média de 4,4 dada pelos entrevistados.

Faça um comentário

Continue lendo...