×

Amazonas

Amazonas: em meio à pandemia, governo do Estado publica um contrato de R$ 5,9 milhões para propaganda

Contrato de R$ 5,9 milhões para divulgação de ações e propaganda governamentais é com a 1001 Filmes, empresa cujos donos já recebem milhões para fazer a propaganda governamental no Estado.


No momento crítico da humanidade, em que os governos do mundo inteiro tentam concentrar recursos para combater o coronavírus e ajudar as famílias e as pessoas que estão sofrendo os efeitos danosos da queda das atividades econômicas, como a falta de renda e o desemprego, a gestão do governador do Amazonas, Wilson Lima (PSC), assinou um contrato de R$ 5,9 milhões para divulgação de ações e propaganda governamentais com uma empresa cujos donos já ganham milhões para fazer a propaganda governamental. As informações são do site 18horas.com.br.

Captura de Tela 2020 03 19 às 23.29.11 - Amazonas: em meio à pandemia, governo do Estado publica um contrato de R$ 5,9 milhões para propaganda - o missivistaA 1001 Filmes é dos empresários Nilio Portela e Tulio Mene, donos da Mene e Portella Publicidade Ltda., que tem contrato de R$ 22,91 milhões com a Secom, para a publicidade e propaganda do governo este ano. Este ano, a Mene já recebeu R$ 7,41 milhões. O contrato com a 1001 Filmes será de 12 meses e terá um valor mensal de R$ 495 mil.

O Diário Oficial do Estado (DOE) do dia 19 de março publicou o Extrato de Termo de Contrato 002/2020, da Secretaria de Comunicação Social (Secom) com a 1001 filmes Produção, no valor de R$ 5.939.954,88, para “fornecimento e implantação do Programa de Construção de Conteúdo Institucional”, “descritos no Anexo I do Edital do Pregão Eletrônico nº 02/2019, realizado pelo Consórcio Público do Extremo Sul (Copes)”: realização de cobertura jornalística incluindo a distribuição destes conteúdos para os veículos de comunicação e programas independentes, “pelos meios físicos e/ou eletrônicos”.

Os contratos com as empresas de propaganda do governo, este ano, incluindo os da Kintaw Design e a View 360, somam R$ 68,7 milhões. O orçamento autorizado da secretaria para este ano é de R$ 80,69 milhões e já foram pagos R$ 18,41 milhões. No ano passado, os gastos da Secom somaram R$ 69 milhões. Na Lei Orçamentária (LOA) para 2020, o governador Wilson Lima aumentou em 75% a previsão de gastos com publicidade e divulgação do seu governo.

Faça um comentário

Continue lendo...